Vistalba Corte “A” 2006

Visitar Mendoza e querer conhecer todos as vinícolas é impossível, a não ser que você tenha alguns meses pra ficar por lá.

Estive na região em 2010 e visitei algumas delas, mas nem perto de conhecer tudo. E sempre que eu me deparo com um belo vinho produzido naquele deserto que fica ao lado da bela Cordilheira dos Andes, eu me lembro da viagem e penso que devo voltar logo para conhecer mais.

E o Vistalba Corte “A”2006 é um daqueles vinhos que me traz esse sentimento. Provei na companhia de alguns amigos na loja Vino&Sapore, que sempre nos acolhe muito bem e fiquei impressionado com a sua força, potência e ao mesmo tempo elegância.

Esse é um vinho do Carlos Pulenta, que além de um grande produtor de vinhos, é apaixonado por carros. É só entrar nas suas vinícolas para ver vários motores, fotos e até alguns carros mesmo sendo expostos. Pelo jeito ele tem duas paixões muito interessantes: vinhos e carros.

Mas falando sobre o Vistalba Corte “A”, esse é um vinho feito com as uvas Malbec (90%) e Cabernet Sauvignon (10%) em Lujan de Cuyo. Com uma cor muito intensa, demonstra que mesmo a safra 2006 é ainda jovem e que merece ser guardada por alguns anos para mostrar toda a sua complexidade.

Como não quisemos esperar tanto, quando abrimos o vinho estava com aromas intensos da Malbec, lembrando a clássica violeta, toques de frutos negros, chocolate, um bom defumado lembrando bacon e até um pouco terroso. Tudo muito bem integrado e formando um belo bouquet.

Como falei, o vinho tem muita estrutura então harmonizar comida com ele não é algo fácil. Alguns falaram que ele se daria bem com um churrasco, mas eu acho que precisa mais do que uma simples carne no sal. Tentaria algo temperado com ervas, especiarias e até um pouco de pimenta.

Se vai dar certo eu não sei, mas se não der, você pode beber ele sozinho. Não vai se arrepender.

Os vinhos Vistalba são importados pela Domno do Brasil.

 

Um abraço

 

Daniel Perches

You Might Also Like

2 Comentários

  1. 1

    Já proveio o corte “C” e o “B” que já são ótimos, imagino o “A” como deve ser, vou fazer o possível para experimentar. Valeu a dica… abs.

  2. 2

    Glauber, no mesmo dia que eu provei o Corte A eu provei também o B e o C, que também gostei. Dei destaque para esse pois achei muito elegante, mas todos valem realmente a pena.
    Abraços

    Daniel

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>