Vinícolas do Brasil – os vinhos da Pizzato

pizzato01

Lembro-me quando estive pela primeira vez no Vale dos Vinhedos, alguns anos atrás e que visitei a Pizzato. Estava com minha esposa e fui lá porque queria conhecer mais sobre os vinhos. Gostei do que vi e do que provei. Vinhos fortes, potentes, tânicos e com bom potencial de envelhecimento. Acho até que trouxe uma garrafa do Egiodola para casa, mas com certeza já foi bebido.

Depois disso pude voltar algumas vezes e sempre me alegro em provar os vinhos e espumantes deles, porque continuam com a mesma qualidade (e alguns até melhoraram). Nessa minha última visita estive com o Flávio Pizzato, que é o enólogo responsável pela produção e em meio a muita conversa, pude provar toda a linha de produtos, que mostro abaixo para você se balizar para a sua próxima compra ou visita à vinícola.

Desta vez eles estavam em plena época de colheita e as parreiras estavam cheias de cachos, como pode ver nas fotos abaixo. Essas são de Cabernet Sauvignon e estavam uma delícia. A Pizzato também faz uma festa da colheita, com direito a pisa da uva, almoço tematizado e uma tarde que parece ser muito agradável.

A vinícola tem uma duas linhas de vinhos (Fausto e Pizzato) e cada uma tem um monte de rótulos. É preciso atenção para não se perder e um bom olfato/paladar para distinguir um do outro.

Chardonnay 2013 – leve e fresco, não passa por barrica.

Legno Chardonnay 2013 – vinho com boa estrutura, passa por barrica. Tem aqueles toques mais amanteigados típicos, mas não muito fortes. Fica na boca por um bom tempo, mas sem enjoar.

Fausto de Pizzato Merlot Rosé 2013 – bem intenso, na cor e nos aromas. Boa acidez.

Fausto Merlot 2011 – é um dos mais vendidos e é redondo, fácil de beber. Vale a pena provar.

Fausto Cabernet Sauvignon 2011 – encorpado e potente, um pouco simples. Bom vinho de entrada.

Fausto Tannat 2010 – não é muito aquele estilo “lixa” que encontramos em alguns Tannat’s e pode ser uma boa opção para quem não gosta muito de algo muito agressivo, mas também não me parece tão gastronômico com carnes quanto aqueles uruguaios.

Pizzato Reserva Merlot 2010 – aroma de framboesa que conquista pela sua delicadeza e facilidade no nariz e na boca.

Pizzato Reserva Cabernet Sauvignon 2008 – vinho correto e que tem os aromas típicos da Cabernet. Para beber sem grandes compromissos.

Pizzato Reserva Tannat 2008 – Um pouco mais sério e mais intenso, esse precisa de uma boa carne.

Fausto Verve 2010 – Cabernet, Merlot, Tannat. Bem concentrado e com toques de madeira. Para quem gosta, é uma boa pedida.

Pizzato Concentus 2008 – bom vinho para o preço (65,00). Boa concentração, aromas tostados. Um dos que eu mais gostei na relação preço x qualidade.

Pizzato Egiodola Reserva 2008 – a palavra vem do basco, que significa “sangue de verdade”. Muito intenso, com frutas negras. Pinta o dente. Para os mais fortes.

Pizzato Alicante Bouschet 2007 – esse vinho precisa de bastante tempo para amadurecer na garrafa. Esse ainda está precisando de tempo. Se comprar, pode guardar.

DNA99  2008 – vinho muito elegante e que tem uma acidez na medida e que vai embora lentamente. Belo vinho, que mostra toda classe da Merlot.

Pizzato Brut – o Chardonnay aparece bem forte mostrando-se na sua versão espumante.

Pizzato Brut Rosé – cor leve e na boca é fácil de beber.

Fausto Brut – seco, mas com um toque legal de dulçor que da uma alegria para o espumante.

Fausto Demi-Sec – maioria de Chardonnay, um pouco de Pinot Noir e um pouco de Moscato Giallo (mas que vai sair nas próximas edições).

Violette – suave feito com Cabernet Sauvignon, Merlot e Alicante Bouschet.

Viu como tem bastante vinho? Tem que ir com tempo para provar tudo. E se for para lá, espero que dê sorte de encontrar o Flávio. Enérgico e eloquente, ele é daqueles que não foge de nenhuma conversa e tem uma excelente cultura, então vai ser difícil arrumar um assunto que ele não conheça.

Mesmo que você tenha pouco tempo, recomendo que dê uma passadinha por lá. Além dos bons vinhos e da conversa, você vai ganhar de quebra essa vista bonita aí da foto acima.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Um comentário

  1. 1

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>