Vinhos Tonino Lamborghini – Luxo e qualidade

Tonino Lamborghini sempre foi apaixonado por carros. Seu sobrenome o “condena” e não há meios de desassociar a palavra da lembrança dos motores potentes, velozes e exclusivos.

Mas Tonino tinha uma outra paixão, que eram os vinhos. E resolveu, depois da venda da sua fábrica para a Volkswagen, partir para esse lado um pouco mais calmo, se é que podemos classificar desta forma.

E como não poderia deixar de ser, ele queria o mesmo nível de qualidade imposto nos motores, lá no campo, nas uvas, na produção do vinho e até na apresentação de suas garrafas.

Surgiu então a marca Tonino Lamborghini Wines, que traz vinhos feitos em diferentes regiões da Itália, produzido por vinícolas de alta qualidade, que entregam para ele os melhores vinhos, colocam em suas garrafas que são estampadas com uma placa de cerâmica única, que não é vista em nenhum outro vinho.

E o resultado é o que se imagina: vinhos de altíssima qualidade, realmente diferentes e que me chamaram muito a atenção. Desde o seu espumante Brut Pinot Chardonnay, que só é feito em garrafas Magnum (de 1,5l), passando pelo Sangue di Miura Vermentino 2010, que é produzido em Maremma – Toscana que tem aromas diferentes de qualquer outro vinho que eu já provei, com ervas aparecendo a todo momento. E se ainda quiser conhecer mais, tem o Palazzo del Vignola Gutturnio 2009, que tem 60% Barbera e 40% Bonarda na composição mas que também não nada parecido com os que eu já tinha provado dessas uvas.

E para terminar a minha experiência com os Lamborghini, provei depois o Palazzo del Vignola Chianti 2009, que é feito com Sangiovese, Canaiolo, Colorino. Um vinho fantástico, para ser apreciado com calma e tranquilidade, deixando ele relaxar na taça por um bom tempo, pois com certeza ele trará aromas novos a cada gole.

E aí, interessa um Lamborghini? Estão no Brasil pela Casa do Porto. É só passar lá e sair acelerando na degustação (mas sempre lembrando de não beber e dirigir, para não ter problemas com a Lei Seca).

Um abraço

Daniel Perches

 

You Might Also Like

2 Comentários

  1. 1

    Adorei a matéria Daniel,pois eu irei terça-feira em um jantar na Enoteca Saint-Vincent, que será harmonizado com os vinhos desse produtor.Foi muito bom conhecer um pouquinho da história do produtor.Obrigada.

  2. 2

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>