Viña Ardanza Grand Reserva 2001 – Meu destaque na ExpoVinis

Como já comentei aqui, a ExpoVinis é o maior evento de vinhos da América Latina. São centenas de expositores e milhares de vinhos, durante 3 dias. Nem que eu fosse o Super-Homem eu conseguiria provar todos (tá, talvez sendo o Super-Homem, mas realmente não é o caso).

E pra piorar eu fui só em um dia, então o meu painel de vinhos provados realmente foi pequeno, mas tive a sorte e o privilégio de provar esse grande vinho, que pra mim, de todos do dia, foi o melhor.

O Viña Ardanza é produzido pela La Rioja Alta (Espanha), uma vinícola que está entre as minhas tops. Conheci quando provei o Viña Alberdi, que eu acho um vinho fantástico, inclusive pelo custo dele.

O Ardanza é acima do Alberdi (em todos os sentidos, inclusive preço). Esse é produzido só em anos em que a colheita realmente é muito boa e eles demoram para soltar o vinho para o mercado, pois ele fica “maturando” nas caves por um bom tempo.

É feito com a uva Tempranillo (80%) e Garnacha (20%), um corte bem típico do país. Com aromas de frutas secas e toques adocicados no nariz, ele deixa a gente até um pouco “confuso”, pois tem muita coisa pra ser explorada. Na boca é bem potente. Com uma boa carne assada deve ser uma maravilha.

Pelo que vi esse já está esgotado, mas se você foi um dos sortudos que comprou (custava em torno de 200 reais), você pode beber agora ou guardar por mais tempo, porque ele com certeza vai aguentar uns bons ainda.

Eu não tive essa sorte de comprar. Acho que terei que ir pra Espanha para provar. Quem sabe?

O Ardanza é importado pela Zahil no Brasil.

Abraços

Daniel Perches

You Might Also Like

2 Comentários

  1. 1

    Daniel,

    Realmente é de se surpreender a qualidade deste vinho. Uma pessoa muito próxima foi um dos felizardos que comprou quase que todo o estoque da Zahil do Ardanza Reserva Especial 2001 que foi somente produzido outras 2 vezes em toda a história (1964 e 1973) e tenho que relatar que no encontro de últimas 3 confrarias este vinho foi o preferido de todos os confrades e competindo com grandes como Leoville Las Cases 82, Lafitte 78, entre outros.

    Os outros vinhos da linha também são excelentes e parabenizo a La Rioja Alta por seu nível de excelência em seus vinhos.

    Ótimo report!

    Abraços,
    Raphael Malago

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>