Villa Francioni – para mim é um dos melhores produtores brasileiros

villa_francioni_header

Lembro-me do meu primeiro contato com a Villa Francioni, um produtor lá de Santa Catarina. Foi há alguns anos e eu não sabia nada sobre eles. Fui a uma degustação e de repente me aparece o Sauvignon Blanc na frente e eu quase caio para trás. Não esperava algo tão sofisticado e de tanta qualidade assim feito no Brasil (sim, podem me julgar, mas é a verdade).

Lembro que provei outros e provavelmente o seu famoso Rosé (que vale a prova), mas o Sauvignon Blanc ficou na memória. O tempo passou e eu tive a oportunidade de provar novamente outros vinhos e outras safras e sempre admirei os vinhos deles.

Nessa semana eu estive em um almoço promovido pela importadora Ravin, que agora é a distribuidora dos vinhos da Villa Francioni no Brasil. Uma parceria que parece ser interessante para os dois lados, pois a importadora agrega produtos de qualidade ao seu portfólio e o produtor consegue uma maior e melhor distribuição de seus produtos.

Em uma degustação conduzida pela proprietária da vinícola e pelo enólogo Orgalindo Bettú, pude comprovar minha predileção pelos vinhos deles e novamente o Sauvignon Blanc me encantou. Elegante, com aquela acidez moderada e corpo na medida, o vinho é um show. Sempre tenho vontade de colocar esse em uma degustação às cegas com outros franceses e importados e tenho quase certeza que vai se dar bem. Neste dia provei também a boa linha Aparados, que tem um tinto que custa R$ 41 e é excelente. Para o dia a dia é algo realmente acima da média.

Villa_francioni_Michelli_2006Mas a minha maior surpresa foi provar um vinho que eu não conhecia ainda, o Michelli 2006, um vinho feito com 80% de Sangiovese, 10% de Cabernet Sauvignon e 10% de Merlot.

O enólogo quis saber se achávamos que tinha muita madeira no vinho, que está realmente aparente. Eu reproduzo aqui a minha resposta: eu não tenho parâmetros para falar sobre o uso da madeira nos vinhos brasileiros feitos com Sangiovese, mas tomando como base os outros da vinícola, eu acredito que o trabalho tenha sido bem feito. E sinceramente, o vinho é muito bom! Aliás, um dos melhores brasileiros que eu já provei até hoje. Dá para beber agora, mas se guardar um pouco, vai ficar melhor ainda. A Sangiovese é uma uva que tem um bom potencial de guarda, então eu apostaria que está no caminho certo e não teve excesso. É, fiquei fã do Michelli.

Para quem quiser conhecer bons vinhos brasileiros, uma ótima opção que provavelmente não vai desapontar é a http://www.villafrancioni.com.br/. E se puder comprar uma garrafa de Michelli e guardar, provavelmente em alguns anos terá uma bela jóia em sua adega.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

4 Comentários

  1. 1
  2. 3
  3. 4

    A Villa Francioni realmente é muito bacana.
    E pertinho da Villa existe a Monte Agudo, vinícola menor, porém muito charmosa, que recebe os visitantes com almoço e janta harmonizados. Seu chardonnay e seu espumante brut rosé Sinfonia são incríveis! Vale a pena a visita!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>