Ventus – o vinho branco da Patagônia que me surpreendeu

bfdm_header

Se você ainda não conhece a Patagônia argentina e não tem planos de ir para lá (e eu entendo se não tiver, não é um dos meus top10 destinos), vale a pena pelo menos dar uma olhada na web para ver algumas imagens. O lugar é lindo, com paisagens deslumbrantes, uma história que envolve dinossauros e acredite, bons vinhos.

É de lá que saem bons Pinot Noir, alguns Sauvignon Blanc interessantes e esse Ventus, que eu provei recentemente e fiquei impressionado. Produzido pela Bodega del Fin del Mundo, esse é feito com duas uvas: Sauvignon Blanc e Chardonnay.
05-VENTUS-S.BLANC--CHARDONNAYEssa mescla pouco vista nos vinhos resultou em um vinho muito bacana. Conseguiu juntar a frescura da Sauvignon Blanc com o corpo da Chardonnay, mas sem ficar aqueles vinhos sérios, que a gente precisa parar, cheirar e pensar. Ele é descompromissado, daqueles que você abre, começa a beber com os amigos em uma festa e em poucos minutos vê que a garrafa acabou. Dá para acompanhar uma boa salada, uns camarões com um molho rosé, um atum gratinado ou umas frutas secas. Para o verão, nada mais justo.

E o melhor para mim foi quando o meu amigo Marcelo Miras, que faz o vinho e com quem eu degustei, me falou o preço: em torno de 35 reais.

No meu próximo verão certamente terá bastante Ventus. E se você procura algo bom nessa faixa, prove esse e depois me diga o que achou. Eu curti muito.

Provei também alguns outros vinhos da Bodega del Fin del Mundo (que é importada pela Mr.Man no Brasil) e você pode ver abaixo sobre eles.

Bodega del Fin del Mundo Reserva Viognier 2010
Vinho mais sério sem ser chato. Os cachos ficam metade maduros e metade verde. É assim que funciona e ela não mexem nisso. Final dele é muito interessante.
R$ 85

Postales Malbec 2013
Um Malbec mais leve, sem muito chocolate ou aromas mais fortes. Fácil de beber.
R$ 39

Reserva Del Fin del Mundo Cabernet Sauvignon 2010
Começa a ser mais baixa produção, colheita manual. Sente-se muito a fruta e um toque mais resinoso bem interessante, passa pro barrica,  sente-se muito bem o Cabernet.
R$ 85

Cabernet Franc 2008
Baixa produção e cuidados especiais com essa casta fazem dele bem especial. Tem aquele toque herbáceo característico da uva, mas nada que incomode. Pelo contrário, é bem potente e deixa um final longo.
R$ 175

Special Blend 2007
Malbec, Cabernet Sauvignon e Merlot. É o top da vinícola e campeão de vendas, não por acaso. Um vinho muito redondo, estruturado e gastronômico.
R$ 245

 

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>