Van Zellers Douro Branco 2010

Vinho e bacalhau sempre foi um tema discutido amplamente pelos ávidos por boas harmonizações. E a “briga” começa quando você vai definir o que é o bacalhau, principalmente se estiver perto de um português. Ele com certeza vai te falar que bacalhau não é peixe e que é simplesmente “bacalhau”.

E se um “ser” desses tem esse status, deve ter algum motivo. Realmente o bacalhau é uma iguaria que pode ser feita de diversas formas diferentes e continuando com o raciocínio do português, se você juntar 100 lusitanos, vai ter com certeza 100 receitas diferentes. Não é uma maravilha?

Mas como no meu programa (Desafio ao Vinho) não dava pra colocar tantas receitas, chamei o Emerson Donadon, da Voilà, para levar os pratos, ele escolheu um risoto de bacalhau e um lombo de bacalhau com alho negro. Duas receitas excelentes, muito saborosas e, acreditem, muito diferentes também.

O risoto de bacalhau, por ter arroz e alguns temperos, foi melhor harmonizado com um vinho verde, mas o lombo casou direitinho com o Van Zellers Douro Branco 2010 que tínhamos lá. Esse vinho, que tem um corte de 4 uvas – Codega, Gouveio, Rabigato e Viosinho – é muito interessante. Ele não passa por madeira, então mantém boas características frescas, como frutas brancas (pêra, maçã verde), leve toque herbáceo e até um pouquinho de floral. Na boca tem um corpo médio e uma acidez na medida. É realmente um vinho muito bem feito e que aguentou toda a força do bacalhau, mesmo com o azeite que tinha em abundância.

Se você também é fã de bacalhau, vale a pena tentar essa casadinha. O vinho é importado pela Vinho Sul.

E se quiser ver como foi o Desafio, veja o primeiro programa aqui.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>