Shannon Mount Bullet 2010

Provei esse vinho na mesma noite que provei o Clos Dubreuil 2009, então você já pode imaginar que loucura que foi. E o ambiente não poderia ser melhor, pois estava no Meats, lugar que tem um dos melhores hamburguers de Sampa pra mim.

Os vinhos estavam às cegas para serem provados e comparados. Método legal de se definir qual você gosta mais, sem ser influenciado por rótulos. De um lado um vinho de St. Emilion, de estirpe, que custa caro e que é respeitado no mundo inteiro.

Do outro o Shannon Mount Bullet, um vinho também feito com Merlot, mas na África do Sul. Velho Mundo versus Novo Mundo. Provei o primeiro (o francês) e gostei bastante, pois é um vinho muito potente e que com certeza tem uma longa vida pela frente que vai deixá-lo ainda melhor do que já é.

shannon_mount_bullet_2010Aí provei o segundo (o da África do Sul) e sinceramente, gostei mais deste. Produzido pela Shannon Wines, o Mount Bullet é um Merlot 100% de cair o queixo. O vinho me pareceu mais redondo na boca e na verdade pensei até que esse era mais velho do que é, mais pronto para o consumo.

Mas não confunda essa evolução do vinho com falta de potência, porque esse também é um canhão. Frutas vermelhas, pimenta, leve couro, tudo muito harmônico, convidando para beber.

Provei com o hamburguer do Meats, que tem uma carne suculenta e bem saborosa, mas que pela quantidade de ingredientes que vai no prato, não é fácil de algum vinho segurar, mas o Shannon aguentou o tranco e foi muito bem.

Infelizmente esse não está no Brasil, mas a Qual Vinho importa dois outros deles, de linhas mais “acessíveis” e que vale conhecer.

Dessa vez a França perdeu para a África do Sul.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>