Septima Gran Reserva – o típico Malbec estruturado de Mendoza

bodega_septima_header

A oferta de vinhos argentinos feitos com a uva Malbec no Brasil é bem grande. Há praticamente para todos os tipos de bolsos, desde os mais baratos que devem custar em torno de R$ 25,00 até altas cifras de mais de R$ 500,00 por garrafa.

Para os que não são extremistas (nem para cima nem para baixo), há uma boa oferta daqueles que eu chamo de “Malbecão”. Aliás, não só eu, mas é praticamente um jargão no meio do vinho. Malbecão é aquele que é feito obviamente com a uva Malbec, mas é mais estruturado, potente, encorpado. Daquele que chega a ser quase difícil de harmonizar, de tanta estrutura que ele tem.

E um bom exemplo de um bom Malbecão é esse, o Septima Gran Reserva, um vinho feito 100% com a uva Malbec e que tem uma garrafa grande, pesadona. O vinho acompanha toda a seriedade, com uma cor bem intensa, aromas de frutas negras, chocolate e um tostado proveniente do seu tempo em contato com as barricas.

septima_gran_reservaNa boca é também bem intenso e não foge à regra. É encorpado e se você deixar ele esquentar muito (mais de 18º) ele vai mostrar um pouco de álcool a mais (coisa que você resolve deixando ele um pouco mais resfriado, a 15º ou 16º).

Para harmonizar você pode partir para aquela tradicional carne de churrasco ou então se quiser arriscar um pouco, pode fazer um daqueles famosos “molho madeira”, que pode ser algo que dê certo. Queijos curados amarelos, como parmesão, podem ser bons acompanhantes também.

O legal desse vinho é que ele tem muita qualidade e um preço acessível (considerando outros do mesmo nível). Está em torno de 110 reais por aí, podendo variar de acordo com o estado. Nos restaurantes obviamente vai ser encontrado um pouco mais caro, mas se for um lugar que você vá comer uma boa carne como um bife ede chouriço por exemplo, vale a pena.

Esse é importado pela Inferfood/TodoVino e participou do Top5 do Encontro de Vinhos Curitiba 2013.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

2 Comentários

  1. 1
  2. 2

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>