Provei o Quinta do Crasto Porto 1998

Recentemente eu dei uma nota aqui sobre o lançamento do Quinta do Crasto Colheita 1998, que foi recentemente lançado no mercado brasileiro, mas eu ainda não tinha provado. Na grande maioria das vezes eu não comento sobre vinhos que não provei, salvo raras exceções, com grandes vinhos, como é o caso deste.

Mas tive a oportunidade de prová-lo no último Qualimpor Day, um evento que a importadora faz para apresentar todos os seus vinhos.

E claro que eu fui direto nele, pois queria comprovar se era tudo isso que diziam, que foi isso aqui:

Notas de degustação: apresenta uma excepcional complexidade aromática, destacando-se frescas notas de mel, casca de laranja e frutos secos. No paladar é cativante, evoluindo para um vinho de grande estrutura, de taninos muito sedosos. Um vinho harmonioso, com final elegante e muito persistente.”

De tudo o que se falou, para mim o mais interessante foi realmente o seu “frescor” considerando um vinho super encorpado, com uma certa idade, mesmo para vinhos do Porto. Sem dúvida, um belíssimo vinho, que eu gostaria muito de ter na minha adega e beberia com calma, sem nada para acompanhar, só uma pequena taça, devagarinho.

Se encontrar em alguma loja especializada (custa em torno de R$ 530,00) e tiver dinheiro para comprar, compre! Vai valer a pena. Se quiser ver mais infos técnicas sobre o vinho, veja o post inicial aqui.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>