Isabel Estate, da Nova Zelândia. Vinhos de alta qualidade.

isabel_estate_header

Hoje estive na Mistral para conhecer os vinhos da Isabel Estate, uma vinícola da Nova Zelândia que eles importam. Eu gosto de provar os vinhos daquele país, mas nem sempre é possível por pouca oferta e pelo alto preço. Por lá se fazem ótimos Sauvignon Blanc e Pinot Noir, duas castas que eu adoro.

A apresentação foi feita pela Caitlin Tiller, filha de Mike Tiller, o fundador. Apesar de grande (300 hectares), eles trabalham basicamente com a família formada pelos pais e os 4 filhos e um enólogo espanhol que entrou para a família recentemente.

Mike era piloto de avião e sempre que passava pela região, via que tinha uns lugares que eram “frost free” (que não congelavam) e viu que seria legal investir lá. Não sabia se ia plantar vinho ou cereja e pelo que vi hoje, Caitlin ficou contente que o pai escolheu o vinho. Os vinhos da Isabel Estate têm muita qualidade. Mesmo sendo grandes, eles mostram-se preocupados com a qualidade da produção, gerando vinhos elegantes e muito bem feitos. Veja abaixo notas da degustação de 4 vinhos deles e uma história interessante sobre a origem das plantas Pinot Noir da propriedade

Isabel Estate Sauvignon Blanc 2012
US$ 49,50
Um Sauvignon Blanc muito típico do país, que traz frutas cítricas muito presentes e com um pouco de mineral delicioso no nariz. Na boca tem uma excelente acidez, com um final longo. Amantes de Sauvignon Blanc (como eu): é para beber de joelhos. Um espetáculo de vinho, que mescla a potência da uva com um toque de elegância.

isabel_Estate_Sauvignon_BlancIsabel Estate Dry Riesling 2008
US$ 49,50
No nariz ele traz aqueles toques de borracha, mas que são misturados com um pouco de aromas críticos dando um charme especial ao vinho. Na boca realmente é seco mas muito intenso. Um excelente Riesling que por ser mais seco, não enjoa com o açúcar na boca.

Isabel Estate Pinot Gris 2012
US$ 49,50
Toques de frutas brancas bem maduras no nariz e na boca é um pouco mais pesado. Não foi o meu preferido, mas é sem dúvida um Pinot Gris muito bem feito. Tem aquele toque mais adocicado típico da uva, mas sem enjoar. Só achei um pouco mais pesado do que eu esperaria de um vinho desse.

Isabel Estate Pinot Noir 2010
US$ 84,50
Um vinho complexo como deveria ser mas ao mesmo tempo tem um aroma e sabor leve, que mistura frutas e um toque mineral bem legal. O final dele é longo e deixa o sabor por um tempo considerável.
As plantas vieram da França, pois um cara esteve no vinhedo do La Tache e roubou algumas. Foi pego na imigração ao entrar na Nova Zelândia e quando viram que eram plantas videiras, ligaram para Sr. Tiller e perguntaram se ele queria. Ele comprou e fez as primeiras mil plantas a partir daquele clone.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>