Espumante Grego – Amalia Brut

peloponeso

Já bebeu algum vinho grego? Tradição lá é o que não falta e tem até pesquisador que insiste em dizer que é lá perto que os vinhos foram produzidos pela primeira vez na humanidade.

Eu gosto dos vinhos produzidos por lá porque em geral são leves, fáceis de beber e tem um toque diferente. Acho que é a influência do clima Mediterrâneo, que deve deixar todo mundo feliz (inclusive as uvas) e isso é repassado para os vinhos.

Espumante grego Amalia BrutE eis então o Amalia Brut, um espumante feito pelo método tradicional (aquele que tem a segunda fermentação na garrafa, diferente do método Charmat, que tem fermantação no tanque) e que é produzido com uma uva típica da região, a Moschofilero. Para ser sincero, foi a primeira vez que eu bebi um vinho com essa uva e nunca vi em nenhum outro corte até hoje.

É um espumante bem bacana, muito bem feito. Leve, fácil de beber e daqueles que a garrafa vai acabando rapidinho, sem a gente perceber. Num dia de calor é perfeito para refrescar. Dá para ter uns petiscos para acompanhar ou beber ele sozinho mesmo. Não me pareceu tão encorpado a ponto de acompanhar uma comida, mas como sempre, cada um faz como preferir. Eu ainda prefiro os espumantes mais complexos para as comidas e deixo os mais leves como esse para os happy hours e começos de reuniões.

Esse foi mandado pela Winelands na seleção de vinhos deste mês, junto com outros vinhos gregos que eu vou provar em breve.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>