Enira Rosé 2009 – mais uma vez, vinho da Bulgária supreendendo

Eu estava com esse vinho Rosé em casa, esperando a vez dele. Sempre olhava para o vinho na adega e acabava não colocando ele pra gelar (sim, porque o vinho rosé, em geral, é bom ser bebido mais fresco, um pouco acima da temperatura dos brancos).

Um dia estava em casa, pensando no que fazer de almoço no final de semana e comecei a pensar no “vinho do cozinheiro”. Esse tal “vinho do cozinheiro” é o seguinte: sempre que estou cozinhando, vou bebendo devagar um vinho. Assim fico lá horas se for preciso, feliz e contente. Em geral pego vinhos mais leves, porque depois vou beber um outro no almoço.

E chegou então a vez do Enira. Na verdade ele entrou lá muito mais pela curiosidade de provar um vinho rosé da Bulgária, mas tudo bem.

Vinho refrescado, ingredientes prontos para serem preparados e lá fui eu provar o vinho. E me surpreendi! O vinho é muito legal! Produzido com as uvas Syrah e Petit Verdot, é um rosé que tem uma cor intensa, cereja, bem brilhante e bonita. No nariz ele traz aromas de frutas misturado com um toque que me lembrava um pouco de baunilha muito interessante. Na boca foi um sucesso: acidez na medida, bons taninos e aquele final gostoso, sempre pedindo mais um gole.

Resultado: bebi praticamente meia garrafa do vinho só cozinhando e depois ele ainda foi pra mesa, pois ganhou o status de “vinho do dia”.

Fazia tempo que eu não bebia um bom rosé. O Enira surpreendeu!

Esse vinho é importado pela Winelands no Brasil.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Um comentário

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>