Côtes-du-Rhône Parallèle 45 Rouge 2006

Por indicação do meu amigo Beto Duarte (Papo de Vinho), eu fui almoçar no Le Jazz, um bistrô francês novo aqui em São Paulo. Como ele mesmo descreveu (e muito bem), o lugar é muito agradável, a comida é ótima e os preços são justos. Um lugar para ir e voltar mais vezes, sem dúvida.

E como estava em uma casa francesa, nada melhor do que escolher um vinho daquele país. Foi assim então que eu encontrei esse Côtes-du-Rhône, que é importado pela Mistral e produzido pelo famoso Paul Jaboulet, um produtor aclamado pela crítica internacional. Já vi esse vinho algumas vezes no catálogo da importadora, sempre fiquei curioso, mas nunca tive a oportunidade de provar. Boa escolha, pois o vinho é muito interessante.

Feito com 60% de Grenache e 40% de Syrah, tem uma coloração vermelho clara, típica dos vinhos do Côtes-du-Rhône, a região da França onde é produzido. No nariz, aromas de frutas vermelhas frescas com destaque para cereja, mas lembrando também torta de frutas vermelhas. Aromas muito gostosos e leves, mostrando toda a delicadeza do vinho. Em boca tem bastante equilíbrio e qualidade. Nada de sobras ou arestas. Álcool na medida, taninos macios e final longo e sem amargor.

Foi provado com carne de cordeiro e com um entrecôte. Foi melhor com o cordeiro, que estava mais suave e com um leve tempero de ervas. O molho do entrecôte passou um pouco pelo vinho, pois era mais forte. É importante pensar nisso ao tentar harmonizar esse vinho, que pela sua leveza, demanda pratos também do mesmo “peso”.

Na importadora custa aproximadamente 47 reais e no bistrô foi servido a 70 reais. Sugiro que compre e beba em casa. Dessa forma vai ser, sem dúvida, um best buy.

E pra quem ficar curioso, o nome vem da localização dos vinhedos, que estão próximos do Paralelo 45º Norte, uma boa posição para o cultivo de uvas.

Um abraço

Daniel Perches

cotes_parallele

You Might Also Like

2 Comentários

  1. 1
  2. 2

    Fala Beto, a sua dica foi excelente. Eles estavam sem cassoulet no dia (também, era pós Natal e estavam em operação mais lenta). Precisamos marcar de irmos lá comer.
    Um abraço
    Daniel

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>