Conhecendo os vinhos Arboleda

Arboleda_header

Há tempos que eu via os vinhos Arboleda. Já tinha até ouvido falar bem mas não tive oportunidade de prová-los. E chegou a hora com a vinda da enóloga da vinícola, a Carolina Herrera (não a dos perfumes) para falar sobre o projeto durante um almoço em São Paulo, na Brasserie Erick Jacquin.

Foi muito interessante finalmente provar os vinhos. Descobri que Arboleda (que significa grupo de árvores) foi o nome dado à vinícola por conta das árvores nativas que estão em torno do vinhedo. A vinícola começou em 1999 e tem dois vinhedos, um para os brancos e outro para os tintos. Em 1999 plantaram os tintos e em 2005 foi a vez dos brancos. A Arboleda é uma das 14 vinícolas no Chile que tem certificado de Sustentabilidade.

O fundador é o famoso Eduardo Chadwick, para quem não conhece, é o enólogo do Seña (falarei sobre ele depois), um vinho ícone do Chile muito famoso (e caro).que sempre teve vontade de ter um projeto pessoal e um dia estava no Valle do Aconcágua, encontrou um terreno que acreditou fazer sentido começar a plantar e assim surgiu a vinícola.

Os vinhos da Arboleda me pareceram muito bem feitos e de excelente qualidade. Fiquei mais encantado com o branco, que é delicado e potente ao mesmo tempo.

Degustação

arboleda_SB_2011Arboleda Sauvignon Blanc 2011
Aromático mas não é enjoativo. Nada daqueles intensos e cheios de maracujá. Frutas brancas, goiaba, manga. Bem elegante. Na boca é leve e fácil. Não tem tanta acidez, mas tem um final médio/longo bem agradável. Deve acompanhar mais comidas do que um que seja mais intenso.
R$ 98

Arboleda Pinot Noir 2011
Aromas mais fortes e potentes, com frutas e um toque de sous bois. Na boca tem bastante frescor e é vibrante. Não tem aquela goiaba tão forte e presente. Não dá para comparar em nada com Borgonha, mas é bem feito.

Arboleda Carmenere 2010
Esse sim tem o toque de goiaba e de fruta bem madura e adocicada. Muito intenso e um pouco mais difícil de harmonizar com comida, mas para quem gosta de um bom carmenere, esse dá show.

Os vinhos Arboleda são importados pela Expand no Brasil.

E em breve conto sobre o Seña 2007 que eu provei por lá também.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>