Como vai ser o Almaviva 2017

almaviva_2017

Vai demorar pra gente provar, mas para quem gosta de saber como vai ser o vinho, aí está o relato de Michel Fiou, enólogo do mítico Almaviva, o vinho chileno mais famoso.

“Terminou a colheita 2017 em Almaviva. Nunca havia terminado tão cedo nestes últimos 15 anos.

De fato, o ano foi muito quente, com temperaturas mais altas do que o habitual, desde Setembro/2016 até Março/2017, o que acabou por adiantar todos os estágios das videiras. Consequentemente, a colheita 2017 foi adiantada em quase três semanas em relação aos anos anteriores.

2017 é um ano de baixa produção, com rendimentos muito inferiores ao normal em todas as variedades. Se por um lado a quantidade é baixa, a qualidade está muito boa…as primeiras impressões sobre os vinhos são muito positivas: cores intensas, frutos maduros, complexidade, densidade e concentração.

Agora é esperar que todos os lotes saiam da maceração, entrem nas barricas e façam a fermentação malolática.

Very promising year!!!”

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>