Como se fosse a primeira vez

first_time

Ontem nasceu meu filho. Meu primeiro filho, Antonio.

Quem tem filho sabe a sensação que é pegar seu filho no colo pela primeira vez. Chorei. Foi o dia mais emocionante e importante da minha vida.

Depois de passada a emoção inicial e eu poder ficar horas com ele no colo, tê-lo feito dormir, ter passado a noite em claro mais feliz de todas, eu páro para pensar e lembrar de situações marcantes na minha vida. E como esse é um blog de vinhos, não poderia deixar de lembrar de algumas primeiras vezes nesse mundo, e de como foram deliciosas:

– O primeiro Champagne, numa aula da ABS;

– A primeira viagem vinícola, para a região do Vale dos Vinhedos;

– A primeira vez na Borgonha;

– O primeiro vinho do Porto envelhecido…

Os exemplos são muitos, mas o mais importante foi a sensação que senti ao provar essas coisas pela primeira vez. Em todas elas, eu sempre me dei alguns segundos (ou minutos) em silêncio, várias vezes de olhos fechados, em silêncio comigo mesmo, para poder sentir e guardar aquela sensação.

Eu vou continuar curtindo o meu filho pelo resto da vida. E espero poder ter muitas novas primeiras vezes no mundo do vinho. Faça isso também. Vale a pena.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

2 Comentários

  1. 1

    É papai, o Antônio vai lhe proporcias primeiras vezes para vida toda!
    Primeira lambança no berço, primeiro dentido, primeira papinha, primeira engatinhada, ameaça de andadinha, a primeira vez que você ouvirá papá, o primeiro desenho…
    Que a vidinha dele se componha apenas de primeiras vezes vitoriosas.
    Bjks

  2. 2

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>