Champagne para celebrar a vida – Tsarine Brut

Eu adoro Champagne. Na verdade eu adoro todos os espumantes, mas Champagne, é claro, é uma paixão à parte. E sempre que posso, provo diferentes, pois felizmente descobri que há um mundo muito maior além dessas grandes marcas que existem no mercado. Nada contra (pelo contrário, são excelentes), mas acho que o legal é ir conhecendo cada vez mais, até para efeito de comparação.

E foi assim com a Tsarine Cuvée Premium Brut. Produzida com as 3 uvas clássicas de Champagne – Chardonnay, Pinot Noir e Pinot Meunier – essa tem uma particularidade logo na garrafa, que não é lisa e sim torcida, que segundo o produtor, é para homenagear os telhados das igrejas de São Petersburgo. Eu não sou tradicionalista e gosto de inovações, mas confesso que quando vi a garrafa me assustei um pouco, pois já tive experiências ruins com garrafas “diferentes”.

Mas, preconceito quebrado, provei e gostei! A Tsarine é boa mesmo! É daquelas clássicas, que tem aqueles aromas de brioche, fermento e toques cítricos misturados. Não é muito pesada e acompanha muito bem provavelmente muitos pratos. Eu fiz uma moqueca e como entrada umas casquinhas de camarão e os dois pratos foram muito bem. Depois de comer e beber tão bem, já estava até gostando do formato diferente da garrafa.

E como estamos chegando ao final de mais um ano, o melhor mesmo é celebrar. E se não tiver nada especial para comemorar, celebre a vida. Vale a pena!

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>