Cenit – vinho ícone da Caliterra. Feito no Chile com estilo de Bordeaux

A Caliterra é uma vinícola que sempre me chamou a atenção. Sempre que vou à Enoteca Decanter, seja para comprar um vinho ou para beber algo com amigos (porque lá tem um winebar bem legal), eu me deparo com os rótulos da Caliterra e acabo não bebendo. Talvez pela grande quantidade de opções boas que a importadora tem ou talvez, tenho que admitir, por um pouco de preconceito. Vinhos chilenos podem ser muito bons, mas também podem ser daqueles que você enjoa já no primeiro gole.

Eu deveria ter acreditado mais na qualidade da Decanter e provado antes esses vinhos, porque são bem legais. O Cenit é o ícone, ou o vinho top da vinícola, mas provei também outros mais básicos que me interessaram (com exceção do Sauvignon Blanc, que eu achei intenso demais e não me agradou).

Não só provei o Cenit como foram 3 safras degustadas. 2006, 2007 e 2008. Uma vertical para conhecer o potencial do vinho e as suas características. O que eu mais gostei foi o 2007, mas como esse não está no mercado, nem adianta ficar aqui contando todas as características dele, se você não vai encontrar para comprar.

O que está no mercado hoje é o 2008, um corte de 34% de Malbec, 30% de Cabernet Sauvignon, 21% de Petit Verdot e 15% de Carmenere, com todas as uvas vindas do Valle del Colchagua.

A novidade fica por conta do Carmenere, que não aparece nas edições anteriores. E é esse Carmenere que me parece dar um aroma mais herbáceo para o vinho, mas sem tirar a sua elegância. Com um estilo bem parecido com Bordeaux, o Cenit é daqueles vinhos que tem todos os aspectos bem trabalhados: acidez, taninos, aromas, sabores, etc. É um vinho gastronômico, mas se você for beber ele sozinho, sem comida, pode sentir que está um pouco “duro” ainda, pois precisa de envelhecimento. Se tiver paciência de esperar, pode guardar tranquilamente mais uns 4 anos, que aí sim terá um grande vinho, pronto para beber.

Custa 282 reais na importadora. Sim, é caro, mas quem disse que vinhos ícones são baratos?

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>