Casarena, a vinícola de Mendoza para ficarmos de olho

Nunca tinha nem ouvido falar da Casarena, que é uma vinícola lá de Mendoza, na Argentina. Os caras são relativamente pequenos em tamanho de vinícola, mas até que fazem bastante vinhos. Logo ao chegar já vi que estava num lugar com um astral bacana, com gente animada por lá. Depois de uma breve passada pelos tanques de aço para provarmos algumas novidades, fomos para a sala de barricas provar os vinhos. E aí a surpresa foi maior ainda. Vinhos muito bons e baratos. Eu que não sabia, mas estão no Brasil e por preços que realmente valem o posto de “bom custo x benefício”.

E se você for visitar a Casarena, ainda tem um “plus”. Eles estão construindo um restaurante lá que será comandado pelo renomado Chef Moon, que depois de trabalhar nos Estados Unidos esteve em Mendoza, gostou do lugar e resolveu ficar. O cara é bom mesmo e faz uma comida fantástica e que foi muito bem harmonizada com os vinhos da Casarena. Belo passeio.

505 Essencia 2011

Malbec 50%, Cabernet 30%, Merlot 20%. Foi criado para ser um vinho do dia a dia. Fácil de beber, corte que ficou macio e leve. Custa em torno de 36 reais no Brasil.

ramanegra_MalbecRamanegra Malbec 2011 
Malbec fácil de beber com algum toque de fruta mais elegante, mas ainda um vinho para o dia a dia. 50 reais.

Ramanegra Reserva Pinot Noir 2011
12 meses de barrica. Nariz com leve toque defumado e na boca ele deixa um final bem interessante. Vai bem com sushi de salmão ou de atum. 75 reais.

Ramanegra Malbec Reserva 2010
Bem mais interessante na boca do que no nariz, é bem redondo, macio e fácil de beber.

Ramanegra Red Blend 2010
70% Malbec, 20% Cabernet Sauvignon, 7% Cabernet Franc, 3% Petit Verdot. É o mesmo Malbec do vinho anterior, mas que com 30% de adição de outros vinhos, fica muito mais complexo, com aromas terciários, chocolate, balsâmico. 75 reais.

Ramanegra Reserva Cabernet Sauvignon 2010
Não tem aquele aroma enjoativo de pimentão. Mais clássico, com toques de frutas em geléia. Na boca é fácil de beber, mas é bem potente.

Casarena Single Vineyard Perdriel 2010
Flor bem aparente. Na boca é bem potente, com taninos ainda jovens e final bem rústico. Precisa de um tempo na garrafa antes de ser aberto. 140 reais

Casarena Single Vineyard Agrelo 2010
Ainda mais floral, com leve toque de anis. Correto e mais redondo que o anterior. Só. 140 reais.

 

O restaurante ainda não está pronto, mas ficará muito em breve, então se estiver pensando em passar por lá, vale a pena reservar pelo site da Casarena.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

2 Comentários

  1. 1
  2. 2

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>