Bodega Pizzorno #Uruguai2017

pizzorno_header

Eu conheço produtores de vinho de diversos países que são muito simpáticos, acessíveis. Mas tem alguns que são ainda acima disso. É o caso do meu amigo (eu pelo menos considero ele um amigo) Carlos Pizzorno. Esse cara é fantástico! Um grande coração, um cara sensato, de conversa boa, daqueles que quando você se despede, sai mais leve.
E quando eu estive no Uruguai, em Outubro de 2017, ele infelizmente não estava na bodega, pois passou por alguns problemas de saúde. Fiquei chateado e queria saber mais dele, até que de repente seu filho Francisco (que vai certamente na linha do pai), me passa o telefone para que eu fale com o Carlos. Pronto, ganhei o dia! Que alegria falar com o Pizzorno!
E claro que depois dessa introdução, dificilmente eu vou falar mal dos vinhos dele, não é mesmo? Mas tentando ser o mais imparcial possível, os vinhos são realmente bons. São importados no Brasil pela Grand Cru e todas as suas linhas, das mais básicas às topo de gama são super bem feitas.
primo2011-250x780Nesta minha última visita à Pizzorno, eu gostei muito do Espumante Rosé Nature, do Tannat Maceración Carbonica, do Arinarnoa e do Primo, o vinho ícone deles.
Alguns desses rótulos estão no Brasil. Outros, você vai precisar ir até o Uruguai e agendar uma visita à bodega pelo site deles. Se for, muito provavelmente não vai se arrepender, até porque fiquei sabendo que estão ampliando as instalações e fazendo também uma pousada. Além disso, produzem algumas edições especiais de vinhos, que são vendidos somente na Bodega. É passar lá para conferir. E se puder ficar para o almoço, a comida é bem boa!
Um abraço
Daniel Perches

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>