Bodega Chacra tem Pinot Noir (e Merlot) de qualidade

chacra_header

Para quem gosta de Pinot Noir, uma boa pedida é conhecer a Bodega Chacra, lá da Patagônia, na Argentina. Recentemente o Sr. Piero Della Rochetta, que é da terceira geração de winemaker e criador do mítico Sassicaia, um supertoscano bastante conhecido, esteve no Brasil para apresentar seus vinhos.

Piero me pareceu um cara que não é de muita conversa, mas sabe bem o que está fazendo. Não foi à toa que comprou vinhedos na Patagônia, que segundo ele “qualquer um faz vinho bom por lá”. Obviamente o exagero precisa ser bem pensado, mas é fato que o lugar é bem propício. Ele mesmo tem vinhas velhas que foram encontradas abandonadas e que hoje dão vinhos de excelente qualidade.

A Bodega Chacra é orgânica e biodinâmica e por lá planta-se só Pinot Noir e Merlot. Uma aposta não tão diferente e nem um pouco sem pensar, pois a Pinot Noir tem ótimo clima para se desenvolver e a Merlot parece que não fica atrás.

Provei toda a linha que vem para o Brasil, que são 3 Pinot Noir e um Merlot. Não me lembro se tive oportunidade de conhecer todos anteriormente, mas o fato é que eles me agradaram muito, principalmente o Cinquenta Y Cinco, que eu conto um pouco mais abaixo.

 

Notas da degustação

Chacra Barda Pinot Noir 2010
Um vinho leve e delicado, que tem boa fruta, mas tem um toque floral bem aparente. Fica no meio termo entre os vinhos leves e os mais potentes. Fácil de beber e de harmonizar. Vinho de entrada, mas que sobra qualidade.
R$ 138,00

cinquenta_cincoChacra “Cinquenta y Cinco” 2010
Esse foi o meu preferido. Tem esse nome porque as vinhas foram plantadas em 1955. Bastante floral e frutas leves. Na boca é muito elegante. Tem 11,5 de álcool e isso mostra que da para fazer um vinho de baixo teor de álcool. Foi o que melhor harmonizou com a carne que eu comi (e que eu não imaginava que isso fosse acontecer)
R$ 298,00

Chacra “Treinta y Dos”  2008
O nome também vem da idade das vinhas, plantadas em 1932. Vinho intenso de cor e que tem toques de evolução. Pouca acidez e bom corpo. Na boca parece também mais velho do que é.
R$ 438,00

Chacra Mainqué 2009
Merlot que veio intenso na taça, com aromas ainda fechados e na boca parece que vai ficar levinho mas depois vem com toda força. Ótima acidez e gastronômico.
R$ 188,00

Os vinhos da Bodega Chacra são importados pela Ravin no Brasil.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Um comentário

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>