Barrua e Montessu, dois belos vinhos da Agricola Punica ao longo do tempo

punica_header

Sebastiano Rosa é um cara conhecido pelo seu vinho Sassicaia, da Tenuta San Guido. Esse vinho é tão famoso que conseguiu dar nome à região onde tem a sua plantação, criando a DOC Sassicaia. Mas como bom cara visionário, ele não ficou só na Tenuta San Guido e junto com dois outros nomes fortes do mundo do vinho – Antonello Pilloni e Giacomo Tachis – criaram em 2002 a Agricola Punica, na Sardenha. É lá que eles fazem os vinhos Barrua e Montessu, dois vinhos que eu sempre gostei muito e que para minha alegria, sempre tenho pelo menos um de cada na adega para momentos especiais.

E em sua vinda ao Brasil, Sebastiano trouxe algumas novidades como os vinhos Salviano, que chegarão em breve ao país e aproveitou para fazer uma mini-vertical (uma degustação de várias safras) de seus vinhos. Experiência fantástica, que só comprovou a sua qualidade. Os vinhos estavam excelentes e como eu também sou um pouco inquieto, fiquei pensando nessa vertical daqui a uns 20 anos. Nada que eu não possa fazer com os meus. Só preciso ter paciência para guardar.

barrua_montessu

Degustação:

Salviano 2012 Branco
Feito com 5 uvas brancas. Aromas adocicados e na boca também. É um vinho para o dia-a-dia muito correto.

Salviano Tinto
60% Cabernet e 40% Sangiovese. Bem seco e rústico, com taninos muito presentes. É um típico italiano não muito fácil de beber, mas que me agradou. Dependendo da comida, vai ser bem legal. Eu iria com uma massa leve com molho vermelho sem grandes pretensões.

Montessu 2008
Parece que ainda esta fechado no nariz. Na boca tem mais fruta e apesar da rusticidade, é um vinho relativamente fácil de fazer.

Montessu 2009
Nariz mais aberto e na boca tem toques mais terciários. Parecia mais pronto até do que eu imaginava.

Barrua 2006
Um dos meus preferidos de toda a degustação, é muito agradável no nariz, começando a ter os toques de licor e de envelhecimento, mas ainda potente.

Barrua 2007
Ainda fruta e na boca é potente, mas o que menos me agradou (e esse “menos agradou” é relativo, pois é só para efeito de comparação, pois todos estavam muito bons).

Barrua 2008
Esse foi o meu campeão e por incrível que pareça, mesmo jovem já estava bastante pronto e aparece bem a madeira e toques de bálsamo e de ameixa bem interessantes.

Para mim, tanto a Agricola Punica quanto a Tenuta San Guido são vinícolas queridas, daquelas que quando posso (e leia-se o bolso deixa) eu vou atrás. E recomendo.

Os vinhos da Agricola Punica são importados pela Ravin no Brasil.

Um abraço

Daniel Perches

You Might Also Like

Um comentário

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>